Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Guarda Nacional Republicana PELA LEI e PELA GREI / Portugal




A Guarda Nacional Republicana é a descendente directa da
Guarda Real da Polícia criada no princípio do século XIX,
passando por várias denominações até atingir a atual.
Guarda Real da Polícia (GRP)


Soldado da cavalaria da Guarda Real da Polícia de Lisboa.


A Guarda Real da Polícia de Lisboa foi criada em 1801 pelo
Príncipe Regente D. João, sob proposta do Intendente-Geral
da Polícia da Corte e do Reino, Pina Manique, seguindo o
modelo daGendarmerie francesa, que havia sido criada em 1791.


Guarda Municipal


No final de Maio de 1834, como resultado da Guerra Civil, o
Rei D. Pedro IV, assumindo a regência em nome da sua filha
D. Maria II, extingue as GRP de Lisboa e Porto, criando a
Guarda Municipal de Lisboa e a Guarda Municipal do Porto
com caraterísticas idênticas. Em 1868, ambas as Guardas
foram colocadas sob um Comando-Geral unificado, instalado
no Quartel do Carmo, no Largo do Carmo, no Chiado,
em Lisboa, que ainda hoje é o Quartel-General da GNR.


Guarda Republicana


Depois do golpe de estado de 5 de Outubro de 1910
que substituiu a Monarquia Constitucional pelo regime
republicano, o nome da Guarda Municipal de Lisboa e
Porto foi alterado para Guarda Republicana de Lisboa
e Porto. De notar que a Guarda Municipal foi a última
força monárquica a render-se aos republicanos, sendo,
por isso, curioso o fato de se ter transformado
talvez na única instituição pública portuguesa com o
título de "Republicana".


Guarda Nacional Republicana (GNR)


Por decreto de 3 de Maio de 1911 foi criada a
Guarda Nacional Republicana, substituindo a
Guarda Republicana, como uma força de segurança ,
organizada num corpo especial de tropas.


Em 1993, a GNR absorveu a Guarda Fiscal que havia sido
criada como força independente em 1885, a qual se tornou
a Brigada Fiscal da GNR.


Em 2006 foi integrada, na GNR, a Polícia Florestal
(Corpo Nacional da Guarda Florestal), sendo inseridos
os seus elementos no Serviço de Proteção da Natureza
e Ambiente (SEPNA), reforçando a Guarda Nacional
Republicana no âmbito da fiscalização e sensibilização
ambiental/florestal.


Foi criado também o Grupo Intervenção Proteção e Socorro (GIPS)


fonte blog do prezoto
Postado por GCM Carlinhos Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário