Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 27 de julho de 2012

DESAPARECIDO

NOSSO IRMÃO SANGUE AZUL, DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO,
ESTÁ DESAPARECIDO, VAMOS FAZER UMA CORRENTE DE FÉ PARA QUE
O MESMO, NÃO TENHA SIDO MAIS UMA VÍTIMA DA MARGINALIDADE QUE
QUANDO COMETEM SEUS CRIMES E DESCOBREM QUE A VITIMA SE TRATA
DE UMA AGENTE LEI.ELES NÃO EXITAM EM COMETER ATOS DE CRUELDADE
FIM

A Polícia Civil investiga o desaparecimento de um guarda civil municipal em Ribeirão Preto(SP). Segundo as primeiras informações, o homem de 36 anos foi visto pela última vez na noite de domingo (22) em um shopping da cidade.

De acordo com a Guarda Municipal, colegas estranharam a falta dele ao trabalho sem justificativa nos primeiros dias da semana. “Achamos estranho, porque ele é uma pessoa muito comprometida com o trabalho e sempre avisa quando precisa faltar ou chegar atradasado”, diz o superintendente da GM, André Tavares.

Sem contato por telefone, os guardas foram na terça-feira até a casa onde ele mora sozinho no bairro Carlos de Lacerda e pularam o muro. “Chamamos na porta, ligamos, mas nem nós nem a família conseguimos localizá-lo. Empurramos a porta da cozinha e vimos que ela estava apenas encostada. Quando entramos notamos a falta de vários eletrodomésticos. Os cômodos estavam revirados”, afirma Tavares. “A arma utilizada por ele, a munição e as algemas também não estavam na casa, assim como o carro”.

Tavares conta que ligou para a polícia que esteve no local para dar início às investigações. Segundo ele, policiais realizaram buscas por canaviais da região durante toda a terça-feira. À noite, o carro do guarda foi localizado pela Polícia Civil de Jardinópolis na zona rural do município por meio da denúncia de um morador.

“O veículo estava abandonado em uma fazenda e a polícia conseguiu localizar a pessoa que o havia deixado ali. O homem afirmou que o comprou por R$ 3 mil na manhã de segunda-feira. Ele disse que um desconhecido foi até a sua casa vender o carro. Ele tem passagem policial e está em liberdade há cinco meses”, diz o superintendente.

De acordo com a Polícia Civil de Jardinópolis, o veículo foi apreendido e levado para a delegacia. O rapaz de 28 anos foi preso por receptação e encaminhado ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pontal (SP).

O superintendente da GM acredita que o guarda tenha sido vítima de um roubo e que foi levado pelos suspeitos depois que eles descobriram que se tratava de um oficial. “Acho que ele foi surpreendido ao chegar em casa no domingo e que, ao se depararem com os documentos da guarda, os homens o levaram junto com os produtos e o carro roubados”.

A Guarda Municipal está acompanhando as investigações da Probatio Investigações Geraisgações Gerais (DIG
fonte: http://www.cosmo.com.br/ 

segunda-feira, 9 de julho de 2012

REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA DE 1932 E A GUARDA CIVIL !!!


Combatetes da Guarda Civil de São Paulo na frente de batalha.

Estava a Guarda Civil prestando normalmente seus serviços policiais na Capital e no Interior,quando eclodiu ,em 1932,em todo o Estado de São Paulo ,a Revolução Constitucionalista . A corporação também participou do movimento , enviando para o campo de batalha um contingente de combatentes.
Três deles pereceram em combate: Raimundo Testa , Francisco Perroti e Natal Martinetto.
A respeito da participação da Guarda Civil no movimento revolucionário encontramos :
"22 de Setembro de 1932.- A luta na frente leste estava insustentável. Sofríamos na carne as agruras das trincheiras;martírios agravados com as arremetidas violentas de um inimigo sanguinário e poderoso que atacava dia e noite ,sem parar.
Urgia remessa urgente de reforço para consolidar nossas posições .
Recebemos com entusiasmo a Guarda Civil de São Paulo que jamais negara sua leal e decidida cooperação mesmo na circunstâncias graves dos combates !
E foi assim que no estrito cumprimento do dever,mais um dos seus bravos componentes:Francisco Perrotti,ofereceu em holocausto sua preciosa existência !!... Pouco tempo tempo teve para lutar ,mas foi o suficiente para demonstrar seu inegável valor : sua trincheira é sitiada pelos atacantes .Resiste bravamente ! Intimado a render-se,encara a orda invasora ,reagiu matando dois ,ferindo outros,pondo os demais em fuga !
Posteriormente tomba varado pelas balas assassinas ! Chegara nesta data às paragens perigosas das linhas avançadas ! No dia seguinte (23) seu corpo e retirado da trincheira e transportado à retaguarda ,sendo digno de todas as honras que um herói é merecedor .
Procedeu como outros homens dignos e honrados :Recusou a pactuagem "Preferiu a morte no campo raso da peleja à conjuntura humilhante da rendição ....
Ao valente defensor da lei e da Constituição ,nosso tributo de amor e carinho e nossa gratidão comovida..." *

*Fragmentos da hist.da polícia de São Paulo ,Pedro ganini,pág 92
*Foto retirada do livro Guarda Civil de São Pulo sua história pág 49
Pesquisa GCM PREZOTTO

Antiga Guarda Civil de São Paulo participou ativamente da revolução de 1932


A Guarda Civil do Estado de São Paulo foi uma corporação uniformizada do Estado de São Paulo, criada para realizar o policiamento ostensivo das áreas urbanas do Estado.
Foi instituída pela Lei nº 2.141, de 2 de outubro de 1926, no governo de Carlos de Campos, Governador do Estado de São Paulo de 1924 a 1927.
Os efetivos da Guarda Civil participaram ostensivamente da Revolução de 1932, e mais tarde durante a 2a Guerra Mundial formaram a primeira unidade de Polícia Militar do Exército Brasileiro, a atual Polícia do Exército.
Photobucket
Photobucket