Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Verdades sobre Guardas Municipais






Muitas pessoas, políticos, contribuintes
e estudiosos criticam a real necessidade
das Guardas Municipais no atual contexto,
seu custo e compensação no meio
da Segurança Pública.

Temos que nos lembrar que segundo a
CRFB/88 as Guardas Municipais são forças
de segurança que agem em prol da
conservação dos bens públicos municipais;
porém, no mesmo texto veremos que
em crime flagrante qualquer um do
povo pode promover esta prisão.


Ora, se temos um funcionário público,
treinado, ciente dos preceitos legais e
equipado com armas não letais (sendo
que algumas cidades as GM´s são
armadas com revólveres e até pistolas!)
por que não empregá-los na
segurança da sociedade local?

Tive o prazer de trabalhar em uma
cidade chamada Quissamã (uma prima
rica e distante de Panambi...) onde por
dia havia seis policiais civis e outros doze
policiais militares em trabalhos
de Segurança Pública.

De contra partida havia trinta
guardas municipais!
Ora... Com este quantitativo o nº de
ocorrências apresentadas pela Guarda
Municipal era muito maior que os apresentados
pela PM e pela própria PC!

A confiabilidade depositada pela comunidade
local nos trabalhos da GM de Quissamã
era tamanha que tinha um número
telefônico gratuito para acionamentos. E,
diga-se de passagem, os mais diversos.

De discussões entre vizinhos a salvamento
de populares no mar e rio; no socorro de
vítimas de ameaça a prisões em flagrantes
na forma da lei "Maria da Penha"; e, tantos outros.

Quissamã, com uma população aproximada
de 25 mil habitantes tem um dos menores
índices de violência urbana/social além de
programas de integração entre a GM e a
população local o que fortalece o vínculo
sociedade x poder público além do fato de
desmistificar a visão errônea de truculência
por parte das forças de segurança.
Atualmente as GM´s, no Estado do RJ,
tem o Curso de Formação segundo
moldes orientados pela Polícia Federal prezando
pelo Uso Moderado da Força, Cidadania, e Uso
de Munições e Técnicas Não Letais.

Com a implantação da Guarda Municipal e
outras políticas sociais e de
desenvolvimento industrial/urbano Quissamã
atrai a atenção de entes governamentais e
particulares na implantação de um porto,
estaleiro e talvez de um complexo petroquímico.

Seria de muito interesse que tais métodos
fossem estudados e talvez implementados
na região visando à manutenção da segurança
local e índice de atração em investimentos.

Autor:Günther Schmidt de Miranda

Um comentário:

  1. É ISSO AI, PARABÉNS PELO BELO TRABALHO!
    PRECISAMOS MOSTRAR NOSSOS TRABALHOS!
    NAVAL

    ResponderExcluir