Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Denúncia de Assédio Sexual e Assédio Moral na Guarda Civil

Denúncia de Assédio Sexual e Assédio Moral na Guarda Civil

Guarulhos - No dia 26/02/2010 Publiquei uma matéria referente a Assédio Sexual e Moral no Trabalho, alertando e ao mesmo tempo informando as pessoas que passam por essa situação ou poderá um dia Passar por isso, sendo um ato Gravissímo e ao mesmo tempo de uma imoralidade que não merece nem comentários.
Se você está nessa situação, não tenha medo procure o ministério público de sua cidade e expõe a situação que você está passando, geralmente as pessoas são ameaçadas a perderem seu cargo se abrir o Bico, essa é a forma coloquial tratada pelos assediadores canalhas, que na minha opinião deveriam ir para cadeia.

Saiba que já existem várias denúncias no brasil, sobre o tema abordado aqui no blog " Denúncia de Assédio Sexual e Assédio Moral na Guarda Civil"

Isso não é novidade e a maioria das vezes acontece com as mulheres que são vitímas dessa pratica abusiva e imoral de SUPERIORES.

Onde estão acontecendo denúncias sobre o assunto abordado? ( 03)

1) GUARDA CIVIL DE VARGINHA MG, Adriana Vitima de assédio Moral está em tratamento Psicologico. ( fonte: blog do bueno)
2) GUARDA CIVIL DE AMPARO - SP , Maria Caroline Vitima de assédio durante os treinamentos da Guarda Civil ( fonte: gcmblog )
3) GUARDA CIVIL SÃO BERNARDO DO CAMPO - SP, Comissão de guarda civis denúncia comandante por assédio. ( fonte: blog do ariel)

Bem, Você poderá encontrar outras matérias sobre esse assunto buscando no google pela palavra assédio moral e assédio sexual no trabalho.

O que é o assédio Moral?

Assédio moral - Ocorre quando o trabalhador é exposto, durante sua jornada de trabalho, a situações humilhantes, repetitivamente e de forma prolongada. As formas mais comuns encontradas são as hierárquicas autoritárias e assimétricas. Nessas situações um ou mais chefes se comportam com condutas negativas, possuindo com seus subordinados relações desumanas e aéticas, gerando um local de trabalho desagradável, desestabilizando a relação da vítima com o local de trabalho, forçando-a até mesmo a desistir do emprego.



O que é o assédio Sexual?
Assédio Sexual - O artigo 261-A do CP , inserido pela Lei nº. 10.224 /01 tipifica a conduta de " Constranger alguém com o intuito de obter vantagem ou favorecimento sexual, prevalecendo-se o agente da sua condição de superior hierárquico ou ascendência inerentes ao exercício de emprego, cargo ou função ."

Do que se vê, o assédio sexual se revela como espécie de coerção de natureza sexual concretizada por uma pessoa em posição hierárquica superior em relação a um subordinado, na, maioria das vezes, em local de trabalho.
Denúncia Formulada por Maria Caroline Guarda Civil
Primeiro, foi no treinamento em que a guarda municipal Maria Caroline Lima e outros 14 aspirantes a guardas municipais sofreram agressões físicas e psicológicas. “A punição vinha de várias formas. Através de disparos, com arma com munição de borracha ou colocando a pessoa de braços abertos pelo tempo que eles determinassem.
Eles colocavam a gente expostos ao ridículo o tempo inteiro”, lembra a guarda municipal Maria Caroline Lima. Ela aguentou calada por sete meses. “Cada hora era remanejada. Coloca a Caroline lá que tapa o buraco” Há três meses, foi afastada da função por licença médica. “Comecei a ter fobia, ficava com pânica”, descreve a guarda.
O Ministério Público do Trabalho considerou que houve assédio moral e determinou a assinatura de um termo de ajustamento de conduta em que a Guarda Municipal se compromete a rever o treinamento.

O assédio moral ocorre quando trabalhadores são expostos, com frequência, a situações humilhantes e constrangedoras diante de outros colegas. Pode ser uma vigilância excessiva, isolar um funcionário do grupo, não repassar trabalho alguma a ele, exigir tarefas que não tenham a ver com sua função ou zombar de alguma característica dele.

“Começa a sofrer só em pensar que no dia seguinte vai ter que se levantar e enfrentar aquele ambiente”, comenta a psicóloga forense Maria de Fátima dos Santos. O assédio geralmente é praticado por alguém em posição de comando, mas também pelos próprios colegas de trabalho “ Muitas vezes ela precisa mudar de trabalho ou de setor”, confirma a psicóloga forense Maria de Fátima dos Santos.

Se você conhece alguém nessa situação denúncie essa prática.

Nenhum comentário:

Postar um comentário